Comitê da Alta Noroeste
Paulista para a Década da
Cultura de Paz
Em março de 2003 é formado o Comitê
da Alta Noroeste Palista para a Década
da Cultura de Paz, em Araçatuba,
coordenado por Vivi Tupy. Este Comitê
promove atividades regulares deste
então, gerando iniciativas e atendendo
solicitações de diversas grupos
preocupados com a construção de uma
Cultura de Paz
RELATÓRIO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EM 2005


O Comitê da Alta Noroeste Paulista para a Década da Cultura de Paz, em parceria com a
Associação Palas Athena, S.P., vem dando continuidade aos trabalhos já iniciados e descritos
no relatório anterior, mobilizando e inspirando várias iniciativas no plano municipal e nacional.

Nos meses de Março, Abril, Maio e Junho de 2005 foram realizados no Auditório do SIRAN
(Sindicato Rural da Alta Noroeste), três Fóruns e cinco Reuniões de Gestão e Capacitação, e
nos meses de Junho, Julho, Agosto, Setembro, Outubro e Novembro de 2005 foram realizados
no Plenário da Câmara Municipal de Araçatuba seis Fóruns e quatro Reuniões de Gestão e
Capacitação, abertas ao público, abordando vários aspectos da Cultura de Paz, envolvendo
350 pessoas.

Datas das nove reuniões de Gestão e Capacitação:

Terças-feiras, às 18 horas:

1-01/03/05 – SIRAN
2-29/03/05 – SIRAN
3-26/04/05 – SIRAN
4-24/05/05 – SIRAN
5-07/06/05 – SIRAN
6-09/08/05 – Câmara Municipal de Araçatuba
7-06/09/05 – Câmara Municipal de Araçatuba
8-04/10/05 – Câmara Municipal de Araçatuba
9-08/11/05 – Câmara Municipal de Araçatuba

Datas dos nove Fóruns:

1-15/03/05 – SIRAN
2-12/04/05 – SIRAN
3-10/05/05 – SIRAN
4-21/06/05 – Plenário da Câmara Municipal de Araçatuba
5-05/07/05 – Plenário da Câmara Municipal de Araçatuba
6-23/08/05 – Plenário da Câmara Municipal de Araçatuba
7-20/09/05 – Plenário da Câmara Municipal de Araçatuba
8-18/10/05 – Plenário da Câmara Municipal de Araçatuba
9-22/11/05 – Plenário da Câmara Municipal de Araçatuba

Documentários em vídeos foram utilizados, seguidos de comentários e reflexões, para
instrumentar e capacitar o público presente na compreensão da Construção de Cultura de
Paz e Convivência:

- 26/04/05 – Justiça Restaurativa –
Apresentação de uma entrevista com o Dr. Leoberto Brancher seguida de um caso verídico
ocorrido na cidade de Porto Alegre, RS, que passou pelo processo da Justiça Restaurativa -
Amarildo – Uma Experiência Restaurativa.

- 06/09/05 – Janela da Alma -
O premiado Janela da Alma apresenta dezenove pessoas com diferentes graus de deficiência
visual – da miopia discreta à cegueira total – que narram como se vêem, como vêem os
outros e como percebem o mundo.
Celebridades como o prêmio Nobel José Saramago, o músico Hermeto Paschoal, o diretor Wim
Wenders, o fotógrafo cego esloveno Evgen Bavcar e o neurologista Oliver Sachs fazem
revelações pessoais e inesperadas sobre vários aspectos relativos à visão: o funcionamento
fisiológico do olho, o uso de óculos e suas implicações sobre a personalidade, o significado de
ver ou não ver em um mundo saturado de imagens, e também a importância das emoções
como elemento transformador da realidade.
Janela da Alma resulta em uma reflexão emocionada sobre o ato de "ver" – ou não ver – o
mundo.
Direção – João Jardim e Walter Carvalho

- 08/11/05 – O Ponto de Mutação -
Baseado no livro de Fritjof Capra - Imagine a Era Reagan. Uma cientista desencantada com o
projeto Guerra nas Estrelas, um candidato à presidência dos Estados Unidos derrotado e um
dramaturgo em crise - esses personagens se encontram no castelo medieval de Mont Saint
Michel, no litoral da França, e se surpreendem discutindo ecologia, política, tecnologia e
futuro. Este filme é a expressão de um novo paradigma, de uma nova visão de mundo que
percebe a interrelação de tudo e que vai mudar a sua forma de pensar...

Nove Fóruns: temas e palestrantes

1- 10º Fórum: Lazer: Uma Possibilidade para a Construção da Cultura de Paz
Kátia Valérya dos Santos Souza

2- 11º Fórum: Justiça Restaurativa – O Braço da Cultura de Paz na Justiça
Carla Maria Zamith Boin Aguiar

3- 12º Fórum: Centro de Ressocialização de Araçatuba – "Fazendo do Sonho uma Realidade
em um Contexto de Cultura de Paz
Elisa Maria Malacrida

4- 13º Fórum: Cultura de Paz – Uma Construção Possível
Maria Elvira Ribeiro Tuppy ( Vivi )

5- 14º Fórum: Justiça Restaurativa – Um Caminho para a Construção de Cultura de Paz
Carla Maria Zamith Boin Aguiar

6- 15º Fórum: Participação Popular nas Políticas Públicas Municipais – Construção de uma
Sociedade Justa é o Caminho para a Paz
Joel Furlan

7- 16 Fórum: Desarmamento e Violência – Assegurando a Vida e a Liberdade para a
Construção da Paz
Ana Lúcia de Souza Marques e Amarildo Brilhante

8- 17º Fórum: Jogos Cooperativos – O Jogo da Com-Vivência na Construção da Cultura de
Paz
Sílvia Simoni Orlando

9- 18 Fórum: Relações Pessoais e Familiares
Sérgio Rapozo Calixto


Desdobramentos

O primeiro desdobramento foi a realização do 1º Simpósio Brasileiro de Justiça Restaurativa –
O Braço da Cultura de Paz na Justiça, realizado em Araçatuba nos dias 28, 29 e 30 de abril de
2005, com 500 inscritos de diversos Estados Brasileiros, a construção de um site:
www.justicarestaurativa.com.br e ao final do Simpósio a elaboração da Carta de Araçatuba,
hoje referência nacional e internacional. Segue em anexo toda a programação.

Os outros desdobramentos foram conseqüências deste simpósio, atendendo a solicitação de
palestras:

- Aracaju (SE) – I Simpósio Sergipano da Mulher Contabilista
"Restaurando o Viver Ético"
05 de outubro de 2005


- Santos (SP) – Encontro de Justiça Restaurativa de Santos
"Justiça Restaurativa e Cultura de Paz"
06 e 07 de outubro de 2005, na sede da OAB


- São Caetano do Sul (SP) – Seminário: Justiça e Educação: Conquistas e
Desafios na Parceria para a Cidadania, na FAENAC
"Comunicação Não-Violenta e a Educação para a Paz na interface entre Justiça e Educação"
17 de outubro de 2005


- João Pessoa (PB) – II Encontro Estadual do Programa de Apoio à Família e ao Egresso com
Órgãos Operadores da Justiça
FUNDAC
-"Justiça Restaurativa e Cultura de Paz"
- "Desafios e Estratégias para a Implantação do Modelo Restaurativo"
16 e 17 de novembro de 2005

Ao final do Simpósio ficou marcada a realização do 2º Simpósio Brasileiro de Justiça
Restaurativa, em Recife (PE) em abril de 2006.

Nos dias 14,15,16 e 17 de junho de 2005, realizou-se em Brasília, a Conferência Internacional
"Acesso a Justiça por Meios Alternativos de Resolução de Conflitos" em que a Carta de
Araçatuba também segue como base de referência pela comunidade internacional.

Plenos de satisfação pelos resultados alcançados e com renovado entusiasmo para promover
novas ações de construção de uma Cultura de Paz, assino o presente aos dias 20 de
dezembro de 2005.


Maria Elvira Ribeiro Tuppy
p/ Comitê da Alta Noroeste Paulista para a Década da Cultura de Paz


voltar
Relatório
2004
Fale conosco