COMITÊ PAULISTA PARA A DÉCADA DA CULTURA DE PAZ
2001 - 2010
71º Fórum do Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz
parceria UNESCO - Palas Athena


MERCANTILIZAÇÃO DA INFÂNCIA
- UM PROBLEMA DE TODOS -

Isabella Vieira Machado Henriques e Lais Fontenelle Pereira


Ninguém nasce consumista. O consumismo é um hábito que se tornou uma das
características mais marcantes da sociedade atual. Não importa o gênero, a faixa
etária, a nacionalidade ou a crença. Hoje, todos são impactados pela comunicação
mercadológica que nos convida a consumir de modo irrefletido contribuindo para a
insustentabilidade do planeta.

Ainda em pleno desenvolvimento e, portanto, mais vulneráveis que os adultos, as
crianças não ficam fora dessa lógica e sofrem cada vez mais cedo as graves
conseqüências relacionadas aos excessos do consumismo na infância, tais como:
obesidade infantil, erotização precoce, consumo de tabaco e álcool, estresse
familiar, banalização da violência, entre outros. Hoje em dia as crianças são
convidadas, cada vez mais cedo, a participar do complexo mundo do consumo,
sem estar preparadas para isso.

A mercantilização da infância é, portanto, um problema de todos nós. Embora a
questão seja tratada quase sempre como algo relacionado à esfera familiar,
crianças que aprendem a consumir de forma desenfreada e inconseqüente, pela
publicidade que lhes é ilegalmente dirigida, desenvolvem valores distorcidos da
realidade que contribuem para problemas éticos, econômicos, sociais e ambientais.

A criança precisa ser protegida dos apelos mercadológicos. Crianças têm direitos e o
principal é ter infância. Elas devem ser respeitadas em todas as fases de
desenvolvimento para que cresçam com valores humanistas e não materialistas.
Antes de ser consumidora a criança precisa se tornar efetivamente cidadã para que
possa fazer escolhas de forma crítica e consciente.

ISABELLA VIEIRA MACHADO HENRIQUES, Coordenadora Geral do Projeto Criança e Consumo.
Mestre em Direito das Relações Sociais - Direitos Difusos e Coletivos pela Faculdade de Direito
da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Autora do livro Publicidade
abusiva dirigida à criança, editado pela Editora Juruá em 2006.

LAIS FONTENELLE PEREIRA, Coordenadora de Educação e Pesquisa do Projeto Criança e
Consumo. Mestre em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
(PUC-RJ). Atuou na área de Educação Infantil durante nove anos no Rio de Janeiro e em São
Paulo; também realizou atendimento terapêutico em crianças com problemas de aprendizagem.


ENTRADA FRANCA

14 de abril de 2009 · terça-feira · 19 horas
Auditório do MASP · Museu de Arte de São Paulo

Avenida Paulista, 1578 - São Paulo / SP - Estação Trianon-MASP do Metrô

Informações: Palas Athena (11) 3266-6188

Realização: Comitê Paulista para a Década da Cultura de Paz
www.comitepaz.org.br - www.palasathena.org.br