6º Fórum

Educação Global
paradigma para a Educação
Ambiental


Educação Global pode ser entendida como um
paradigma educacional baseado numa perspectiva
holística e global, que identifica um movimento
dinâmico e interdependente entre comunidades,
territórios e pessoas; inter-relações entre fenômenos
naturais e sociais; interligações entre passado,
presente e futuro, e entre a natureza complementar
das dimensões cognitiva, afetiva, física e espiritual
do ser humano. Está dirigida para temas do
desenvolvimento, equidade, paz, justiça social,
sustentabilidade do meio ambiente, questões de
gênero, entre outros. Pretende-se uma metodologia
afinada com os níveis pessoal, local, nacional e
planetário; é experiencial, interativa, centrada no
estudante, participativa, democrática e
orientada para a mudança.


Marli Alves Santos
Economista (Universidade Federal do Espírito Santo – UFES)
Pós-graduada em Ciências Políticas (UNICAMP)
Especializações: Ciências Espaciais (International Space University
– ISU); Educação Ambiental (MASHAV – Israel);
Cursos e estágios internacionais em meio ambiente: Canadá, EUA,
Inglaterra, Itália e Suécia.
Gerente de Meio Ambiente da CDHU (Cia. de Desenvolvimento
Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo)
Coordenadora Geral do International Training for Environmental
Leadership (ITEL)
Presidente do Núcleo Internacional de Educação e Gestão
Ambiental (NIEGA)
Professora Universitária em Políticas Públicas (por cinco anos)

ENTRADA FRANCA

10 de abril de 2001, terça-feira – 18h
Local: Faculdade de Saúde Pública da Universidade
de São Paulo
Av. Dr. Arnaldo, 715 – São Paulo
(ao lado da Estação Clínicas do Metrô)

Realização: Comitê Paulista para a Década da
Cultura de Paz