22º Fórum do Comitê Paulista para a Década da Cultura de
Paz
- um programa da UNESCO -


Ética, a Arte da Convivência

Prof. José Romão Trigo de Aguiar


Toda a vida no planeta Terra se dá num contexto de
relações; são estas relações profundas entre átomos,
células, seres, que articulam a Vida.
Nossas relações com a natureza, com o outro e conosco
mesmo constituem o grande desafio atual. Relacionar-se
exige muitas habilidades, mas exige acima de tudo arte. O
sabor da beleza, o perfume do mistério, a concretude da
obra manifesta, todos são ingredientes indispensáveis à arte
da convivência; eis uma boa maneira de compreendermos a
Ética.
Suas origens remontam aos primeiros agrupamentos
humanos onde, assegurada a sobrevivência, se buscou
modos coletivos de articular talentos, habilidades, saberes e
poderes. Entretanto foi na Grécia Clássica que adquiriu a
excelência de busca do bem comum.
Que possibilidades haverão para as relações humanas que
não aquelas dadas pelas regras, pelos costumes, pelos
condicionamentos sociais? Que outras possibilidades para o
mundo além da guerra, da competição, da exploração? Um
artista sempre ousa!

José Romão Trigo de Aguiar – Formado em Medicina (PUC),
especializado em Homeopatia e Psicoterapia (Instituto Brasileiro de
Biossíntese). Membro do Conselho Deliberativo e professor da
Associação Palas Athena, integra suas equipes do Programa Ética
do Acolhimento e do Seminário Valores Que Não Têm Preço.
Membro da Associação Coral Scholla Cantorum.

ENTRADA FRANCA

25 de março de 2003 - terça-feira - 18h
Local: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Av. Dr. Arnaldo, 715 - São Paulo - (Estação Clínicas do Metrô)

Realização: Comitê Paulista para a Década da Cultura de
Paz
- um programa da UNESCO -